Serviço Florestal Brasileiro - SFB

Empresas apresentam documentos para habilitação na licitação ( ver anexos)

  • Última atualização em Segunda, 28 de Novembro de 2016, 17h19

As duas comunidades e a microempresa licitante foram habilitadas

A primeira sessão de habilitação para a concorrência à concessão de 210 mil hectares na Floresta Nacional (Flona) do Amana, no Pará, aconteceu no dia 23 de fevereiro. Duas cooperativas e uma empresa apresentaram documentos. Foi a primeira vez que cooperativas participam do processo.

A área total ofertada foi dividida em cinco Unidades de Manejo Florestal (UMFs), com dimensões aproximadas de 19, 29, 30, 42 e 89 mil hectares. Os interessadas em arrematar as Unidades de Manejo Florestal licitadas foram:

  • Cooperativa dos Produtores Extrativistas do Rio Pindobal (Coopexbal)
  • Cooperativa Extrativista e Agroindustrial da Amazônia (Coopex Amazônia)
  • Microempresa Irmãos Schweickert.

Todos licitantes estão sediados em Jacareacanga, no sudoeste do Pará, e apresentaram propostas para as cinco Unidades de manejo, como permite o edital de licitação.

Após análise da documentação apresentada, a Comissão Especial de Licitação (CEL) inabilitou as três concorrentes por não apresentar todos os documentos exigidos no edital. Como prevê a legislação, a CEL estabeleceu prazo de oito dias úteis para o encaminhamento da documentação. Depois da entrega e análise dos documentos requisitados, a Comissão habilitou as três licitantes, no dia 24 de março.
 

Documentos referentes à habilitação:

  archive 1ª Sessão de habilitação (691 KB)

  archive Ata de reunião realizada no dia 10/03/2011 (159 KB)

  archive Ata de reunião realizada no dia 24/03/2011 (73 KB)